sábado, 24 de fevereiro de 2018

Notícia

Valor de venda do imóvel é usado como base para cálculo do IPTU. Foto: Grazielle Delfino.

Atualização de cadastro gera aumento no valor total do IPTU em Curitibanos

Com certeza nos últimos dias você já deve ter ouvido falar bastante em valor venal do imóvel, que nada mais é do que o valor de venda. Essas palavras estão na boca do povo, devido à polêmica gerada sobre o reajuste do IPTU aqui em Curitibanos. Para algumas pessoas o valor diminuiu, mas para muitas aumentou.

Ano passado, o valor pago de IPTU em um imóvel no bairro Bosque, com mais de 450 metros quadrados, foi de R$ 684,29, já neste ano, o valor total ficou em R$ 806,30, um aumento de R$121,64.  Em Curitibanos são 2.700 lotes baldios, a alíquota do imposto mudou e para esses lotes o valor é de 0,25%, já os que tem construção 0,15% e os avaliados em até R$150 mil, 0,10%.

Porém é nesta questão que o vereador Tanner Gindri Pinheiro (PRB), junto com demais vereadores, encaminhou um ofício para a prefeitura, solicitando que seja revisto os critérios utilizados para a atualização do valor venal dos imóveis.

– Pedimos para que o Executivo reavalie esses critérios, pois o IPTU subiu pelo fato de que o valor venal foi atualizado. Se analisar o projeto do novo código tributário, o IPTU foi reduzido drasticamente, porém o valor venal que é sobre o que é calculado o IPTU , foi atualizado de maneira demasiada que não condiz com a nossa realidade social e econômica – Explica o vereador Tanner.

Mesmo diante da solicitação do Legislativo, a intenção da prefeitura é continuar atendendo casos em particular de cada pessoa que procure o departamento de tributação para esclarecimentos. Mas o secretário de Administração, Amaury Silva, garante que todos os casos serão analisados.

– Todas as pessoas que vierem até a prefeitura até dia 09 deste mês para contestar, nós vamos avaliar cada caso. Então como foi uma avaliação genérica, pois avaliamos 20 mil cadastros, certamente há algumas incorreções que devem ser corrigidas e a gente corrige – Destaca o secretário.

Está programado para o mês de maio ser realizada uma revisão pela Secretaria de Administração para encontrar erros ou distorções mais sérias que devem ser corrigidos para o IPTU de 2019. O espelho do IPTU pode ser consultado através do site da prefeitura.